02/11/2015

Koi Ni Nare BY tsukimura kei & itsuki kaname

Koi ni nare [Lets go love ] é um manga escrito por tsukimura kei e desenhado por itsuki kaname, percebi que quando os mangas são feito por duas pessoas em parcerias tem sempre histórias mais envolventes que os escritos e desenhados por uma só pessoa, quando duas mentes pensam o enredo sempre acaba sendo mais do que especial e os personagens bem mais interressantes.
 
este é o caso de koi ni nare, eu terminei de ler ele faz alguns minutos e vim logo escrever sobre a história porque amei este manga com uma simples história mas muito especial.
 
komatsu é um rapaz que passou a viver num dormitorio escolar pelo fato do trabalho de seu pai,ele teve de ir viver em um dormitorio onde outros estudantes moravam para assim poder frequentar a escola tranquilamente, sendo que komatsu era um rapaz muito timido e não muito social e além disso guardava um segredo sobre sua orientação sexual, ele se achava diferente por ser gay e nunca tinha tido um encontro ou relacionamento com ninguém, komatsu achava ser impossivel ele se relacionar com alguém, ele até acessava sites de encontros com outros homens mais desistia na hora.
 
komatsu dividia o quarto do dormitorio com um outro rapaz de nome nakajima e ele era um agradavel companheiro de quarto e por tal razão komatsu escondia do amigo que era gay para assim não criar polêmica, enquanto os dois comian no refeitorio da escola eles conversavam sobre um professor, talvez o professor mais bonito da escola e por ser um homem atrativo que vivia rodeado de garotas komatsu pareçia odiar o jeito desse tal professor com pinta de mulherengo.
 
ao esquecer o celular no chão o segredo de komatsu é descoberto por nakajima que pega o celular e vê umas coisas meio estranhas nele, cheio de vergonha por nakajima descobrir que ele era gay, komatsu pensa que perderia o amigo mas descobre que nakajima era uma pessoa que não tinha preconceito e pra mostrar isso nakajima marca um encontro para komatsu...ele conheceria um cara ideal com que tanto sonhava..um cara alto,e bonitão da forma que queria, komatsu aceita e vai no encontro ansioso para finalmente ter um romance mas acaba encontrando o sensei que ele pareçe não gostar muito, 
 
e pior ainda o sensei shindo agora sabia que ele era gay, sendo que a maior descoberta é que esse sensei era BI...e para ele sendo homem ou mulher não importava só não podia ser um estudante seu...pois ele não ficava com estudantes.
 
após esse momento constrangedor shindo leva komatsu para ir num encontro no parque e mesmo que não ficasse com estudantes saiu com ele sem segundas intenções mas desde aquele dia komatsu passou a sentir algo mais pelo sensei que achava ser um gigolo,
 
 na verdade aquele sensei também era supervisor dos dormitorios e ele tinha responsabilidade com seus alunos e para komatsu seria impossivel que shindo sentisse qualquer coisa por ele, tudo que komatsu desejava era se apaixonar e ter uma boa relação mas foi logo se apaixonar por um sensei que não ficava com estudantes, este amor virou tortura para se sentir.
 
já li muitoooos yaoi com romance sensei x aluno  só que este foi um dos que mais gostei de ler pelo fato de não ser apelativo, na maioria das vezes sensei x aluno são yaois bem exagerados , mas koi ni nare tratou de forma muito delicada o amor que komatsu passou a sentir por shindo, foi uma coisa muito fofa e agradavel de vê a forma que isso foi transmitido no manga sem ser algo apelativo, o mesmo digo sobre os sentimentos de shindo..achei uma história muito fofa.
 
tenho que dizer que as caras e bocas do uke foram tão kawaiiiiiiis,o komatsu é um uke muito fofo sem querer, 
 
a forma que ele ficava timido e tal me dava borboletas no estomago,eu ficava timida com ele de tão gostosinho que ele é...e minha tara por personagens de oculos só cresceu.
 
o nakajima também foi um amigo fofo demais,
 
em nenhum momento julgou komatsu,ele o ajudou bastante e sua presença foi tão boa que ele ganhou um manga só dele, o romance dele está no manga KOI NANKA SHITAKUNAI, falarei desse manga em uma outra ocasião.
 
essa foi minha dica de hoje para os que ainda não leram essa gostosura de manga.